terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Terço do Advento – Terça feira – Cuidado para perdoar mesmo...

Iniciamos o Nosso terço apenas com a primeira vela do Advento acesa.
Sinal da cruz. Há momentos na vida que passamos por determinadas cenas em que gostaríamos de que nunca tivesse acontecido. Passamos por problemas que, para nossa limitação o correto seria virarmos as costas e continuar como se nada tivesse acontecido. Dizemos que estamos arrependidos na tentativa de que as coisas mudem sozinha, ou que os outros se esqueçam. Mas, será que os outros irão realmente esquecer? Sem falar no ditado popular que diz que quem apanha nunca esquece. E Deus? Será que Deus pode ser enganado por nós? Será que há um lugar onde podemos escapar dos Seus olhos? Será que Ele não vê o desejo secreto de vingança ou o ódio amargo atrás dos sorrisos? Desde quando Ele fica impressionado com meras palavras, quando em nossos corações a atitude é outra?
Acende-se a primeira vela do terço.
Credo. Jesus replicou, "Hipócritas, Isaías descreveu vocês perfeitamente quando escreveu: 'Estas pessoas me honram com seus lábios, mas seus corações estão longe de mim'. Estes ensinamentos são regras feitas por homens". Marcos 7:6
Acende-se a segunda vela do terço.
Pai Nosso. Ouve as súplicas do teu servo e de Israel, o teu povo, quando orarem voltados para este lugar. Ouve desde os céus, lugar da tua habitação, e, quando ouvires, dá-lhes o teu perdão. 2 Crônicas 6:21
Ave Maria. “Mas quem blasfemar contra o Espírito Santo nunca terá perdão: é culpado de pecado eterno”. Marcos 3:29
Ave Maria. Que o ímpio abandone o seu caminho; e o homem mau, os seus pensamentos. Volte-se ele para o Senhor, que terá misericórdia dele; volte-se para o nosso Deus, pois ele dá de bom grado o seu perdão. Isaías 55:7
Ave Maria. Aquele que diz estar na luz e odeia a seu irmão, está nas trevas, e anda nas trevas... I João 2:9
Acende-se a terceira vela do terço.
Pai Nosso, 10 Ave Maria, Glória ao Pai e Salve Rainha.
A negação é uma mera desilusão – frágil, fingida e superficial. O perdão é algo real - robusto, sólido e profundo. Não é evitar a verdade, mas sim lidar com ela francamente - não se importando o quanto doa. Considere a perspectiva de Deus. Nada está escondido aos Seus olhos - os maus intentos, a lascívia escondida, o dano causado, o escolher aquilo que é errado, etc. Ainda assim, Ele é o Autor e o Criador do perdão. Se formos verdadeiramente perdoar, teremos que fazê-lo de acordo com Seus métodos - e com nossos olhos abertos. Pois aqueles a quem Deus escolhe perdoar, Ele "esquecerá" seus pecados, "não mais se lembrando deles". Contudo, não acusemos o Deus Onisciente de não saber algo, ou de ser ignorante! Ele nos disse que NADA lhe está escondido.
Salmo 51:6 (RA) Eis que te comprazes na verdade no íntimo...
Se tentarmos alcançar um perdão falso tentado deliberadamente ignorar a ofensa, estaremos nos enganando e enganando a outros. E quando vermos "aquela pessoa" novamente e toda a amargura e dor se manifesta dentro de nós? Uma mente contaminada com negação tem um terrível hábito de "explodir" nos momentos mais inoportunos.
Pois eu lhes perdoarei a maldade e não me lembrarei mais dos seus pecados". Hebreus 8:12
A ordem aqui é essencial. Primeiro o perdão, depois o esquecimento. Enquanto o verdadeiro perdão não acontece, a ofensa continuará entre nós e a pessoa com a qual tivemos problemas, e o mesmo ocorre em relação a Deus. O pecado se coloca entre nós e não pode ser "esquecido" até que lidemos com ele.
Oração do Advento pelas Famílias
Menino Santo de Deus, que vieste ao mundo para nos salvar, estamos reunidos para agradecer o dom e a graça de sermos família. Nosso desejo é que nossa vida seja partilha. Nesta primeira semana queremos celebrar o perdão. Sabemos que esta vida é muito curta. Não queremos perder tempo cultivando as intrigas e as inimizades. Por isso, perdoamos a todos os que nos ofenderam e suplicamos o perdão de todos a quem ofendemos.
Menino Santo de Deus, pedimos também por todos os que não estão aqui hoje, nossos amigos e parentes, inclusive por aqueles que partiram para a casa do Pai. Que sejam todos abençoados.
Expulsa deste lar e de nossas vidas, tudo aquilo que não provém de ti.
Purifica nossas almas para que esta festividade nos transforme em criaturas melhores.
E que sempre, em toda circunstância, saibamos reconhecer tua divindade e poder. Que nossa família jamais se afaste de ti, que ela esteja sempre ao serviço do Teu Reino. Amém

A Luz já começa aumentar, e com ela aumenta também a nossa compreensão do pecado em nossas vidas, assim como o desejo de perdoar e ser perdoado.

Benção
Natal é vida que nasce e esperança que renasce. O encontro com Cristo é a possibilidade de transformar o viver e o sonhar. Ó Menino Deus, já nascestes na gruta de Belém, mas agora precisas nascer em nossos corações para sermos um contigo. Por isso, a cada dia preparamos a nossa “manjedoura” para acolher de forma frutuosa o menino Jesus, o Filho de Deus, o Deus Conosco. Natal é Cristo que vem. Vem Senhor Jesus. Vem nascer em nosso coração. Deus Menino, derrame sobre nós a benção que mais precisamos, pois só vós sabeis as nossas verdadeiras necessidades. E Esta benção se espalhe por toda a nossa Família, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Nossos artigos são para divulgação e ficamos felizes quando você compartilha. Pedimos porem que não esqueçam de citar a fonte.

Comente com sua conta do Face