domingo, 22 de dezembro de 2013

Quarta Semana do Advento - Quarta Vela - Abra-se a terra e germine o Salvador


 

      Hoje queremos nos preparar melhor para recebermos Jesus, o “Deus-conosco”, que veio ao nosso encontro para nos oferecer uma proposta de salvação e de vida nova. Somos convidados a elevar nossa Esperança NELE e não em nossas sempre falíveis seguranças humanas. Deus não nos abandona e quer percorrer conosco de mãos dadas o caminho da história… Jesus é a encarnação deste “Deus conosco”, e vem ao nosso encontro para apresentar uma proposta de salvação. Quero convidar minha família e meus amigos, conhecidos ou não (aqueles que nos acompanham pelo blog) a acolher de braços abertos a proposta que Ele traz e a deixar-se transformar por ela.

1.  Uma vela se acende no caminho a iluminar. Preparemos nossa casa: é Jesus quem vai chegar.
No Advento a tua vinda nós queremos preparar. Vem, Senhor, que é teu Natal. Vem nascer em nosso lar.
2.  A Segunda vela acesa vem a vida clarear.   Rejeitemos, pois, as trevas. É Jesus quem vai  chegar.
3. Na Terceira vela temos a esperança a crepitar.       Nossa fé se reanima. É Jesus quem vai chegar.
Deus Trino. – Oração ao Espírito Santo


Pai: A quarta vela marca os passos de preparação para acolher o Salvador, nossa expectativa da chegada definitiva da Luz ao mundo. Simboliza ainda nossa fé em Jesus Cristo, que ilumina todo homem que vêm a este mundo e também os ensinamentos dos profetas, que anunciaram a chegada do Salvador.

Mãe: “Céus, deixai cair o orvalho, nuvens, chovei o justo, abra-se a terra e germine o Salvador” (Is 45,8)! “Dizei aos tímidos: coragem, não temais, eis que chega o nosso Deus, ele mesmo vai salvar-nos” (Is 35,4)! “Alegrem-se os céus e exulte a terra, porque o Senhor nosso Deus virá e terá compaixão dos pequeninos”
(Is 49,13)!

Oração: (Enquanto o Pai pronuncia a oração, a mãe acende a vela) A Virgem vai conceber e dar à luz um Filho, que será chamado Emanuel, Deus Conosco. O Senhor virá salvar o seu povo! (Acender a vela)
Jesus Cristo, descendente de Davi, constituído Filho de Deus pelo Espírito que santifica e pela tua ressurreição: Tu és o nosso Senhor! Tu dás a todos a graça e a paz. Vem Senhor Jesus, Vem salvar o teu povo!

Filhos: Ao acender estas quatro velas, no último domingo, pensamos nela, a Virgem, vossa mãe e nossa mãe. Ninguém vos esperou com maior ânsia, com maior ternura, com maior amor. Ninguém vos recebeu com maior alegria. E nos seus braços encontrastes o regaço mais formoso. Também nós queremos preparar assim: na fé, na união, no amor e no trabalho de cada dia. Vinde depressa, Senhor! Vinde Salvar o seu povo.

Todos: Senhor Jesus, ao chegar a hora de vires a esta nossa terra, dizemos-te obrigado por Maria, a mulher que disse um sim feliz à tua vinda. Ensina-nos a dizer sempre sim à vontade de Deus. Amém.

Cântico:
4. Eis a luz da quarta vela: um clarão se faz brilhar.
Bate forte o coração, é Jesus quem vai chegar.
No Advento a tua vinda nós queremos preparar. Vem, Senhor, que é teu Natal. Vem nascer em nosso lar.


Primeira Leitura: Isaias 7,10-14
Naqueles dias, o Senhor falou com Acaz, dizendo: “Pede ao Senhor teu Deus que te faça ver um sinal, quer provenha da profundeza da terra, quer venha das alturas do céu”. Mas Acaz respondeu: “Não pedirei nem tentarei o Senhor”.

Disse o profeta: “Ouvi então, vós, casa de Davi; será que achais pouco incomodar os homens e passais a incomodar até o meu Deus? Pois bem, o próprio Senhor vos dará um sinal: Eis que uma virgem conceberá e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de Emanuel. - Palavra do Senhor.



Salmo: 23 (24)
O rei da glória é o Senhor onipotente; abri as portas para que ele possa entrar!
1 Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra, o mundo inteiro com os seres que o povoam; porque ele a tornou firme sobre os mares, e sobre as águas a mantém inabalável.

2 “Quem subirá até o monte do Senhor, quem ficará em sua santa habitação?” “Quem tem mãos puras e inocente coração, quem não dirige sua mente para o crime.

3 Sobre este desce a bênção do Senhor e a recompensa de seu Deus e Salvador”. “É assim a geração dos que o procuram, e do Deus de Israel buscam a face”.

Segunda Leitura: Romanos 1,1-7
Eu, Paulo, servo de Jesus Cristo, apóstolo por vocação, escolhido para o Evangelho de Deus, que pelos profetas havia prometido, nas Sagradas Escrituras e que diz respeito a seu Filho, descendente de Davi segundo a carne, autenticado como Filho de Deus com poder, pelo Espírito de Santidade que o ressuscitou dos mortos, Jesus Cristo, Nosso Senhor. É por ele que recebemos a graça da vocação para o apostolado, a fim de podermos trazer à obediência da fé todos os povos pagãos, para a glória de seu nome. Entre esses povos estais também vós, chamados a ser discípulos de Jesus Cristo. A vós todos, que morais em Roma, amados de Deus e santos por vocação, graça e paz da parte de Deus, nosso Pai, e de nosso Senhor Jesus Cristo. - Palavra do Senhor.

Evangelho: Mateus 1,18-24
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus
A origem de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava prometida em casamento a José, e, antes de viverem juntos, ela ficou grávida pela ação do Espírito Santo. José, seu marido, era justo e, não querendo denunciá-la, resolveu abandonar Maria, em segredo. Enquanto José pensava nisso, eis que o anjo do Senhor apareceu-lhe, em sonho, e lhe disse: “José, Filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como tua esposa, porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho, e tu lhe darás o nome de Jesus, pois ele vai salvar o seu povo de seus pecados”.

Tudo isso aconteceu para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: “Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho. Ele será chamado pelo nome de Emanuel, que significa: Deus está conosco”. Quando acordou, José fez como o anjo do Senhor havia mandado e aceitou sua esposa.


Palavra da Salvação.

Estamos iniciando a semana do Natal. Nesta semana estaremos acendendo todas as velas todos os dias até que venha o Senhor.  Na Noite de natal colocaremos uma vela branca abaixo do anjo, entre Maria e José. Esta vela representa a Luz de Jesus.
Hoje iremos colocar em nosso presépio as imagens de São José e Nossa Senhora. Iremos fazer uma celebração para receber os santos pais de Jesus. Queremos relembrar o momento em que Santa Maria e São José buscavam um lugar onde se alojar, pois tinha chegado a hora do parto. Foram momentos angustiantes para os pais de Jesus, pois não acharam lugar no meio da sociedade. Precisamos ter consciência deste dinamismo presente na espera e no mistério do Natal e de vivê-lo em comunhão com Maria e com José, nestes dias precedentes ao nascimento do Senhor Jesus e, deste modo, nos preparar para acolher ativamente a Palavra reconciliadora, não cometendo os mesmos erros que as pessoas da época. Não sabiam eles que era o próprio DEUS que lhes pedia um lugarzinho para ficar.
Pai: (trazendo a imagem de São José) Recebamos São José em nosso lar e em nossos corações e nos comprometamos a viver de maneira especial neste tempo de advento e proximidade do Natal a humildade, a paciência e a docilidade frente aos planos de Deus, buscando ser justos iguais a ele.
Mãe: (trazendo a imagem de Santa Maria) Recebamos Santa Maria em nossa casa. Que ela seja modelo de doce esperança, paciência e confiança. Com o coração cheio de alegria por ter à Mãe do Salvador em nossa casa, nos comprometamos a nos preparar fervorosamente para o nascimento do menino Jesus.
Um filho: (trazendo a vela que representa Jesus) "A Palavra é a luz verdadeira que ilumina a todo homem que vem a este mundo. No mundo estava e o mundo foi feito por ela, e o mundo não a conheceu. Veio a este mundo, porem o mundo não o reconheceram”.




Vamos juntos criar o “Decreto de Natal”. Será a nossa Lei:
Fica decretado que, neste Natal, em vez de dar presentes, nos faremos presentes junto aos famintos, carentes e excluídos. Papai Noel será malhado como Judas e, lacradas as chaminés, abriremos corações e portas à chegada salvífica do Menino Jesus.
Por trazer a muitos mais constrangimentos que alegrias, fica decretado que o Natal não mais nos travestirá no que não somos: neste verão escaldante, arrancaremos da árvore de Natal todos os algodões de falsas neves; trocaremos nozes e castanhas por frutas tropicais; renas e trenós por carroças repletas de alimentos não perecíveis; e se algum Papai Noel sobrar por aí, que apareça de bermuda e chinelas.
Fica decretado que cartas de crianças só as endereçadas ao Menino Jesus, como a do Lucas, que escreveu convencido de que Caim e Abel não teriam brigado se dormissem em quartos separados; propôs ao Criador ninguém mais nascer nem morrer, e todos nós vivermos para sempre; e, ao ver o presépio, prometeu enviar seu agasalho ao filho desnudo de Maria e José.
 Noite feliz! Noite feliz!
Oh, Senhor, Deus do amor

Pobrezinho nasceu em Belém
Eis na Lapa Jesus nosso bem
Dorme em paz, oh, Jesus
Dorme em paz, oh, Jesus

Noite feliz! Noite feliz!
Oh, Jesus, Deus da luz
Quão afável é Teu coração
Que quiseste nascer nosso irmão
E a nós todos salvar
E a nós todos salvar

Noite feliz! Noite feliz!
Eis que no ar vem cantar
Aos pastores os Anjos do Céu
Anunciando a chegada de Deus
De Jesus Salvador
De Jesus Salvador



Nossos artigos são para divulgação e ficamos felizes quando você compartilha. Pedimos porem que não esqueçam de citar a fonte.

Comente com sua conta do Face